Na Escola Básica e Secundária de Coronado e Castro e na Escola Básica do Castro comemorou-se o Dia Nacional do Mar.

Esta comemoração contou com a participação dos alunos do 5-º e 8ºanos de escolaridade em ambas as escolas e foi uma articulação entre o Programa Eco-Escolas e o Clube EUREKA! (Clube Ciência Viva na Escola), com a colaboração de diversas disciplinas.  

Na Escola Básica e Secundária de Coronado e Castro 150 alunos pintaram e recortaram, nas disciplinas de Educação Visual e Oficina Artística, respetivamente, uma grande diversidade de peixes de vários tamanhos que foram colados em papel cenário e papel celofane azul num mural contiguo à biblioteca da escola de Coronado. Na disciplina de Ciências Naturais os alunos fizeram etiquetas com o tempo de decomposição de alguns tipos de resíduos que se encontram no mar. A colocação de alguns exemplos de lixo, no mural, foi no sentido de sensibilizar toda a comunidade escolar para um problema que não é só nacional.

Na Escola Básica do Castro elaborou-se uma instalação de 2,5m de comprimento por 1,5m de altura com a forma de um peixe que foi revestido com tampas de iogurte prateadas nas barbatanas e cabeça. A sensibilização para a escolha de bens de consumo que geram o mínimo possível de resíduos deve ser uma das nossas prioridades diárias. As tampas de iogurte, que não servem para ser recicladas, tiveram uma nova utilidade nesta instalação, funcionando como “escamas” decorativas. Esteve a cargo dos alunos da turma C1 do 8º ano de escolaridade a conceção desta instalação com a colaboração de alguns alunos das turmas B1 do 8º e 9º anos de escolaridade, na disciplina de Ciências Naturais/Programa Eco-Escolas.

No dia 18 de novembro toda a comunidade escolar teve a oportunidade de visitar uma exposição no átrio da Escola Básica do Castro onde estiveram expostos Taumatrópios com imagens alusivas ao mar, elaborados pelos alunos das turmas do 5º ano de escolaridade, na disciplina de educação visual (através de um QR Code, foi possível aos alunos acederem à história e processo de construção dos mesmos); o lixo, recolhido no areal de uma praia durante 3 minutos por uma só pessoa; o tempo de decomposição de vários tipos de resíduos (mote para o lançamento de uma reflexão conjunta a este respeito); exploração macroscópica e microscópica de algumas espécies marinhas (ouriços do mar, estrelas do mar, algas, conchas de molusco), através da utilização de lupas binoculares e microscópios óticos nos quais foi possível observar-se células.

Com esta atividade pretende-se alertar para o facto de que muitas espécies precisam de ser protegidas e que a poluição é um dos fatores que mais contribui para a perda da biodiversidade. Estima-se que cerca de 8 milhões de toneladas de lixo vão parar ao mar diariamente. Também, as recentes descobertas da presença de microplásticos no sangue humano e no leite materno levam-nos a concluir que o descarte de resíduos para o meio ambiente não só prejudica a saúde dos ecossistemas com a saúde individual. Assim, é inquestionável que Todos temos o dever o cuidar do nosso planeta para contribuir para a sustentabilidade do mesmo. Os Coordenadores Eco-Escolas / A Coordenadora do Clube EUREKA!

Fotos EBS de Coronado e Castro

Fotos EB do Castro 1

Fotos EB do Castro 2

Fotos EB do Castro 3

Vídeo EBS de Coronado e Castro

Vídeo EB do Castro


Categoria: Atividades , Eco-Escolas , Em destaque , Geral , Notícias , Slide página inicial , turmas