Na Escola Básica do Castro, em Alvarelhos, desde o 2º período que se encontram em locais estratégicos da escola alguns espantalhos realizados nas aulas de Educação Tecnológica pelos alunos do 6º ano de escolaridade da professora Edite Azevedo. Essas peças decorativas foram totalmente construídas com materiais reutilizados e, ao mesmo tempo que vão dando cor a alguns espaços da escola, vão também alertando para a redução da produção de resíduos (essência do Projeto Eco-Escolas) e para a necessidade de manter a escola limpa.
De facto, estas peças artísticas apresentam uma postura de vigilância relativamente a infrações menos ecológicas e têm conseguido influenciar positivamente os alunos para as boas práticas ambientais (vide fotos).
Os materiais são variados e de fácil obtenção pelos alunos e professores (peças de roupa, Cd’s antigos, restos de tecidos, etc) que, com a dose certa de imaginação, permitem uma conjugação de cores e texturas e personalidades.
Este tipo de trabalhos com materiais reutilizados já se encontra praticamente instituído nesta escola por já se realizar há muitos anos, com todas as vantagens inerentes:
– permite a participação de um elevado número de alunos;
– permite o recurso à reutilização de materiais como uma boa prática ambiental;
– permite a criação de uma decoração de espaços exteriores de grandes dimensões sem custos para o Agrupamento.
O Programa Eco-Escolas do Agrupamento de Escolas de Coronado e Castro dá os parabéns aos alunos e professores envolvidos em mais esta atividade.

Galeria


Categoria: Alunos , Atividades , Docentes , Eco-Escolas , Em destaque , Geral , Slide página inicial

Etiquetas:, , ,